Seguidores

segunda-feira, 21 de julho de 2014

QUE MERDA

Basta dizer não. Um simples não e o que era lindo, doce, terno, se transforma em algo sujo, vil, amargo, azedo. Basta um não e o príncipe se transforma em monstro. As palavras que eram doces, amáveis, deixam de existir e veem então as ofensas. Sou falsa, mal amada, que sou fresca, apenas um rostinho lindo...
Basta dizer um não, um simples eu não quero...
Nada vai me fazer sair de onde estou... Eu quero mais é sair... Mas, não vou sair à toa, a esmo... Não abrir brecha, dar trégua, não vou dar espaço... Queria apenas que me entendessem, que me respeitassem, que não ficassem com essas juras falsas, com essas palavras vazias. Eu não vou fazer nada para agradar. Não vou mudar nenhum ponto, nenhuma virgula em meu destino, da minha história.
Não podem entrar. Não me peçam para sair. Eu não vou sair de onde estou.
Não vou confessar a ninguém meus pecados e minha dor. Não vou falar da minha vida, do meu passado, do que vivi, de como vivo. Não quero falar de nada. Apenas ouvirei o que me disserem e as palavras agressivas não machucarão mais meus ouvidos.
Não vou sair com ninguém, não vou a jantares, almoços, a convenções, a apresentações, a motéis, não vou a casa de ninguém e ningém jamais virá a minha casa.
Simplesmente porque eu não quero.

Nenhum comentário:

Postar um comentário